Sampladélicos

 

E se as aldeias invadissem as cidades

E a memória fosse dançada!

A ficção da música portuguesa a gostar dela própria

E se toda a música de dança de repente largasse as máquinas e fosse feita de sons orgânicos gravados em Portugal, nos montes, nas aldeias, nas cidades; vozes, adufes, bombos, flautas, cavaquinhos, sarroncas e sirenes.

Tiago Pereira e Sílvio Rosado, juntam a vontade de tornar a música cada vez mais humana à vontade de distorcer sons, tradições, lugares confortáveis. Masterizando uma nova revolução em cada som, os Sampladélicos misturam o que se ouve com o que se vê para depois ser o público o re-criador da fusão do que se dança.

 

2015

 

24 de Julho no Palco Somersby